Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, segunda-feira, 27 março de 2017

UMBANDA x RIO DE JANEIRO - Por Mãe Sandra Estrella

A um tempo atrás, eu tentei sentar para discursar um pouco sobre o desenrolar da Umbanda aqui no RJ, mas eu estava tão desanimada pra falar sobre o assunto, que não conseguia escrever nada sobre isso.

Aqui no RJ, onde a Umbanda começou, estamos atravessando momentos tão equivocados a respeito dessa religião, que a intolerância religiosa abraçou a causa, por algum motivo, que vive a desrespeitá-la.

A situação chegou ao ponto, de alguns filhos de corrente e até dirigentes, não quererem mais usar a roupa com o nome do terreiro pra não despertar a atenção daqueles que só esperam por isso pra provocar ou atingir de alguma maneira o médium, feliz com a religião que transformou a sua vida pra melhor.

E logo, eu...logo eu que sou tão grata a Umbanda, fui uma dessas médiuns que tem todo o cuidado do mundo de não sair por aí alardeando a felicidade que tem nessa religião tão maravilhosa, que, ao invés de desprezar alguns, abraça a todos, fazendo a inclusão de quem quer que seja dentro da sua casa.

É um tal de xingamentos, pedradas, tapa na cara, falação, exclusão e tudo o mais, que dá medo! Um tempo atrás, trabalhamos de portas fechadas e sem fazer barulho para não chamarmos a atenção e nem deixar algum indesejado entrar porta à dentro do terreiro e ousar fazer alguma barbaridade.

Agora você vê, logo eu....

Filha de Yansã, cheia de energia! Totalmente apaixonada pela única religião que fez razão na minha cabeça.

Logo eu que devo tanto a Umbanda pelas maravilhas que fez à mim e a minha família!

Lembro do meu pai de santo no início da minha caminhada, me ensinando a reconhecer a Umbanda com toda a dignidade que ela merece! Como esse homem tão dedicado à religião, me ensinou!

A Umbanda nada mais é que um lugar de paz, amor e alegria! Se alguém algum dia conheceu uma Umbanda diferente disso, realmente entrou em algum lugar equivocado.

Viver na Umbanda, é viver em serenidade, em compreensão, ponderação e na verdade! Esse processo é longo, mas é totalmente possível dentro dos terreiros.

Obviamento que passamos por diversas situações para aprender, mas aprendemos! E aprendemos com tanta verdade, que quando mudamos, é para sempre!

Tudo bem se quem não conhece a Umbanda, tenta denegri-la, mas de uma coisa eu sei: Podem tentar, mas não vão conseguir.

Axé!

Sandra Estrella

 

Categoria: Espaço do Médium.