Terreiro de Umbanda do Pai Maneco, sexta-feira, 21 julho de 2017

A FESTA DE ANIVERSÁRIO DO LEO NO TERREIRO – Por Lailson e Teka

Olá Mãe Lucília,

Conforme combinado, vou tentar escrever algumas palavras sobre a experiência do dia do aniversário do Leo no terreiro, mas não saberei contar as sensações que ele teve por que não atentamos em perguntar naquele momento.

Como o aniversário de 3 anos do Leo caiu numa segunda-feira, dia de ir pro terreiro e ruim pra fazer festa por que todo mundo trabalha, resolvemos, então, comemorar junto aos Erês!

A Teka fez um bolo de chocolate e ele mesmo enfeitou com confetes e fomos fazer a entrega. Compramos um fanta pra ele e outra para o Amalá. Fizemos a entrega vendo a felicidade no rosto dele.

Logo em seguida, fomos ao cantinho do boiadeiro e ele ficou tão interessado que me fez o levar mais duas vezes lá. Ele também pediu que eu comprasse um boi de cerâmica pra ele igual tem lá.

Iniciada a gira ele cantou, bateu palmas, bateu cabeça junto conosco e fez todos os cumprimentos exatamente igual a nós.

O que me chamou a atenção mesmo foi durante o intervalo. Enquanto eu arrumava minha tábua, ele me pediu pra brincar com um pote de porcelana branca que não uso no ponto.

Ele pegou um ponteiro virgem tipo abridor de carta sem ponta, uma pemba e me pediu uma vel. E eu lhe dei uma vela apagada!

Ele colocou tudo no pote de porcelana branco e começou a brincar, perguntei a ele o que ele estava fazendo e ele respondeu que fazia “cuma”, “macumba”.

Até aí parecia só uma brincadeira de criança. Até que a engoma começou a tocar pra recomeçar a gira. Nesse momento ele me devolveu tudo e quebrou a vela ao meio. Esse detalhe me chamou a atenção porque levamos ele muito pouco ao terreiro e ele nunca observou isso em nenhum ponto.

No terreiro ele não brincou com nenhuma criança, até porque as crianças lá eram maiores do que ele e não tiveram interesse. Porém, na hora de ir embora, a Teka perguntou pra ele se ele tinha gostado da festa dele no terreiro e ele respondeu “Foi muito legal a minha festa lá com as crianças”.

Obrigado pela oportunidade de contar essa história.

Lailson e Teka.
 

Categoria: Espaço do Médium.

Bandeira da Amizade